Autores: 

Renata Sieiro Fernandes e Marco Antonio Farias Scarassatti

 

Título: 

"A criança e o viver urbano campineiro: um trabalho inicial de fruir e reconhecer (se) (n)a cidade"

 

Data: 

2003-09

 

Universidade: UNICAMP

 

O trabalho desenvolvido envolveu o tema das cidades e foi realizado com crianças de 9-10 anos, de uma escola particular da cidade de Campinas-SP. O trabalho começou a partir dos conhecimentos iniciais que as crianças tinham ou imaginavam sobre as cidades e o meio urbano e completou-se com uma experiência de fruição e de reconhecimento da cidade através de andanças por ruas e pontos de contato e convívio social campineiros.

Ao lado disso, atentar para a paisagem sonora e capturar imagens e sons para a construção de uma intervenção artística no espaço da escola.

 

O objetivo foi apresentar a idéia de que toda cidade é potencialmente educadora, compreendida como espaço de educação não-formal e que as crianças e os jovens podem ser indicadores desse contexto, assim como atores que vêm, ouvem, agem e intervêm no espaço urbano procurando deixar marcas de suas impressões ou reelaborando os vestígios do urbano por suas memórias. Para tanto, o exercício de andar e pensar sobre a cidade e na cidade são fundamentais e a etnografia urbana apresenta-se como uma metodologia adequada para se conhecer esse repertório.

 

Os modos de ver, ouvir e sentir a cidade e as ações e intervenções de diferentes públicos mostram que eles reconstroem esse espaço público através de suas memórias e de invenções e que esse espaço abre-se como potencialmente educativo para além das instituições convencionais de educar.

 

Please reload

venezuela

desde 2013